Espetáculo ‘Preciso Falar’ inicia circulação pelo interior do Amazonas

A Cacompanhia de Artes Cênicas iniciou a circulação do espetáculo ‘Preciso Falar’ por municípios do interior do Amazonas. A peça explora a linguagem da palhaçaria feminina para tratar da solidão da mulher negra. As primeiras localidades a receberem foram Novo Airão (dia 26 de junho) e Manacapuru (27). Em julho, é a vez de Itacoatiara (dia 3), Itapiranga (4), Careiro da Várzea (18), Autazes (24) e Maués (31), além de Nova Olinda do Norte (data ainda a ser definida), com entrada gratuita, faixa etária mínima de 12 anos, e respeitando os protocolos de segurança para a prevenção da Covid-19 estabelecidos pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS/AM).

Com Daniely Lima no elenco e direção de Jean Palladino, ‘Preciso Falar, a Circulação’ foi contemplada pelo Prêmio Encontro das Artes, promovido pela Lei Aldir Blanc através da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (SEC/AM). 

‘Preciso Falar’ aborda narrativas pessoais e coletivas da vivência, enquanto mulher negra, de Lola, a palhaça de Daniely. “O espetáculo é um grito. Começou com um desejo de denúncia e de colocar o assunto em pauta. Lola, a minha palhaça, conta as nossas memórias da infância, adolescência, início da fase adulta e como é estar inserida em uma universidade. A partir de cada fase, ela vai desenhando territórios no chão. Para cada um, Lola dá vida a um personagem que atravessou esses momentos de micro e macro violências simbólicas”, disse a atriz Daniely que também assume a dramaturgia em parceria com Palladino.

Dialogando com a comunidade

A circulação pelo interior do Amazonas e na periferia de Manaus é um desejo antigo da produção. “Temos como público-alvo mulheres, jovens e adolescentes, que estão em fase de descoberta e reconhecimento enquanto indivíduos no mundo. É muito válido compartilhar nosso processo. Circular era algo que almejamos há muito tempo e estou feliz”, complementou Daniely. Após cada apresentação, uma roda de conversa mediada pela artista Andreza Afro Amazônica ocorrerá para levantar questões sobre o espetáculo, a negritude e demais temáticas pertinentes.

As atividades de ‘Preciso Falar, a Circulação’ ocorrerão até o fim de julho. A programação e mais informações podem ser encontradas nos perfis do Instagram @daniely.lima_ e @cacompanhia ou pelo site www.cacompanhia.com.

Sinopse

E a palhaça negra o que é?  Lola desenha um mapa de seus territórios, seus rastros se tornam cartografias, histórias remendadas, porque ligeiramente são silenciadas, apagadas. A Palhaça é mulher, negra e resistente, desenhando em solo seu local de fala.

Ficha Técnica

Daniely Lima –  Atriz e Dramaturga 

Jean Palladino – Diretor e Dramaturgo 

Kelly Vanessa – Produção 

Andreza Afro Amazônica – Provocadora Cênica 

Fotografa –  Laryssa Gaynett

Serviço

O quê? Circulação do espetáculo ‘Preciso Falar’

Onde? Itacoatiara (03/07), Itapiranga (04/07), Careiro da Várzea (18/07), Autazes (24/07), Maués (31/07) e Nova Olinda do Norte

Quanto? Gratuito

Faixa Etária: 12 anos

Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *