Campanha nacional sobre Epilepsia convida população para mobilização no Março Roxo

Embarcando no conceito do Março Roxo, a Associação Brasileira de Epilepsia (ABE) coordena a campanha “Epilepsia – Abrace Esta Causa”, cujo principal objetivo é combater o preconceito por meio da disseminação de informações. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epilepsia atinge mais de 50 milhões de pessoas no planeta, com estimativa de que 3,5 milhões não recebem ou não fazem o tratamento adequado. Na América Latina, são quase 8 milhões de pessoas convivendo com a doença, sendo que 3 milhões são brasileiros.

“Muitas pessoas acham que a epilepsia é contagiosa. Por isso, não ajudam quando veem alguém tendo uma crise convulsiva. Também existe um estigma muito forte de que é uma doença mental, o que não é verdade. A campanha tem este papel importante de mostrar que a pessoa com epilepsia sofre mais com o preconceito do que com a própria doença”, explica Maria Alice Susemihl, presidente da ABE.

A primeira e mais abrangente ação será a mobilização de milhares de pessoas caminhando em importantes pontos das cidades do Brasil, que vão reforçar o valor da informação e o quão prejudicial é o preconceito. São Paulo, que vai contar com a presença e o apoio da atriz Julia Almeida Bailey; Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Florianópolis e Belo Horizonte estarão sincronizados em 29 de março. Fora a caminhada, algumas cidades programaram ciclos de palestras, distribuição de materiais informativos etc.

Campanha terá presença e o apoio da atriz Julia Almeida Bailey

Especificamente em São Paulo, de 23 de março a 23 de abril, a ABE se faz presente dentro das Estações do Metrô da cidade. Serão 70 cartazes com informações sobre primeiros socorros nas cabines de pagamento, e os transeuntes do Sacomã, Vila Prudente (linhas 2 Verde) e República (linhas 3 Vermelha e 4 Amarela) vão cruzar com uma campanha informativa e participar de atividades lúdicas. Voluntários vão distribuir folders para as pessoas que também poderão transitar entre uma exposição com dicas e mitos x verdades. Para finalizar, de 17 a 27 de março, a ABE realiza, na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), uma exposição de desenhos de crianças com epilepsia.

Março Roxo no mundo

O “Março Roxo” acontece em todo o mundo. A Escócia é um outro exemplo onde o transporte público vira uma importante plataforma de multiplicação de conhecimento. Alertas em escadas rolantes, trilhos dos trens e a #TalkEpilepsy (Fale Sobre Epilepsia) ajudam a fixar o que é correto sobre a doença. Aqui no Brasil, para mais informações, basta acessar o site http://www.epilepsiabrasil.org.br.

A Associação Brasileira de Epilepsia (ABE), coordenadora da campanha “Epilepsia – Abrace Esta Causa”, é uma Associação sem fins lucrativos que se estabeleceu como organização para divulgar conhecimentos acerca dos tipos de epilepsia, disposta a promover a melhora da qualidade de vida das pessoas que convivem com a doença. Integra o International Bureau for Epilepsy e é composta por pacientes, familiares, médicos, neurologistas, nutricionistas e outros profissionais. Atua formando grupos de autoajuda, facilitando a reabilitação profissional, lutando pelo fornecimento regular de medicamentos nos postos de saúde e hospitais públicos, além de batalhar, incansavelmente, pelo bem-estar dos pacientes e pelo fim dos estigmas e preconceitos sociais.

Programação
Epilepsia – Abrace Esta Causa

São Paulo
• 17 de março, a partir das 18h30, até 27 de março.
Exposição dos desenhos de crianças com epilepsia.
Local: Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) – Av. Pedro Álvares Cabral, 201 – Moema, São Paulo.

• De 23 de março a 23 de abril.
Metrôs da cidade de São Paulo.

Estação República, de 23 de março a 3 de abril.
Panfletagem com a Cia Doutores Epi-Riso: 26 de março, das 19h às 21h.

Estação Sacomã, de 6 a 12 de abril.
Panfletagem com ginga de capoeira: 11 de abril, das 19h às 21h.

Estação Vila Prudente, de 15 a 23 de abril.
Panfletagem com apresentação musical: 22 de abril, das 19h às 21h.

• 29 de março, das 9h às 12h.
Caminhada na Avenida Paulista. Ponto de encontro: Parque Mário Covas (Av. Paulista 1853).

Ribeirão Preto
• 21 de março, das 9h às 14h.
Ciclo de palestras com neurologistas, neurocirurgiões, neuropsicólogos, educadores físicos, fisioterapeutas, advogados e mães de pessoas com epilepsia de vários graus. A ideia é que todos esses profissionais possam orientar educadores, pais e profissionais da saúde sobre a doença, seus limites, cuidados, suporte. Este evento terá certificado e é gratuito. Para participar, informe nome completo e profissão pelo e-mail purpledayribeiraopretobrasil@gmail.com para inscrição.
Local: Centro Médico de Ribeirão Preto – Rua Thomaz Nogueira Gaia, 1275, Jardim Irajá.

• 29 de março, das 9h às 14h.
Caminhada no Parque Dr. Luis Carlos Raya (Rua Severiano Amaro dos Santos, s/n – Jardim Botânico). Haverá um espaço com profissionais da saúde, alongamento e caminhada solidária (às 10h), palhaços, brincadeiras, balões roxos, pipoca, algodão doce e água.

Rio de Janeiro
• 26 de março.
“Dia Mundial da Conscientização da Epilepsia – A Importância do Cuidado ao Paciente com Epilepsia e do Esclarecimento à População”.
11h: Recepção.
11h30: Palestra: A importância da adesão ao tratamento, as opções terapêuticas e diagnóstico na epilepsia farmacorresistente.
12:30: Encerramento.
Local: Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer – R. do Rezende, 156 – Centro.

• 29 de março, das 9h às 12h.
Caminhada na Lagoa Rodrigo de Freitas, em frente ao corte Cantagalo.

Florianópolis
• 29 de março
Caminhada com distribuição de camisetas e folders na Avenida Jornalista Rubens de Arruda Ramos, mais conhecida como Avenida Beira-Mar Norte, localizada na região central da cidade.

Belo Horizonte
• 29 de março
Caminhada no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, na Av. Afonso Pena, 1377 – Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *